MADEIRA, Beira Mar as Colinas…

Texto e vídeo: Liliana Borges em Portugal, Conhecendo os Cantos e Recantos pelo Mundo…

Continuando a viagem à Ilha da Madeira…

Este dia escolhemos uma excursão pela empresa “West Tour”, um passeio que visitamos deslumbrantes lugares iniciando pela Câmara de Lobos, na sequência fomos ao Cabo Girão, Ribeira Brava, Porto Muniz, Seixal, Ribeira da Janela, Véu da Noiva e terminando por São Vicente.

Este itinerário começou pela manhã por volta das nove horas e chegamos mais para o final da tarde em torno das 17h30min.. Atenciosamente o condutor do veículo foi guia ao mesmo tempo, o Senhor Barros quem nos apresentou a Madeira gentilmente.

A Câmara de Lobos é cidade sede do concelho com população de 35.666 habitantes (2021), onde suas principais atividades econômicas são a pesca, comércio, serviços, indústria e agricultura, destacando-se a uva que acoberta cerca de 62% do cultivo nesta Região Autônoma, a qual se destina à produção de vinho. Cabe, ainda, destacar que o tradicional peixe espada preto, iguaria regional, a localidade é responsável pela maior parte de sua captura.

Um dos descobridores da ilha, o português João Gonçalves Zarco a elegeu como sua primeira morada, onde também foi a primeira povoação criada. Curiosamente quando os navegadores chegaram próximo a terra depararam com um grande rochedo, entre as rochas um braço de mar, em forma de câmara, na época era habitat de muitos lobos marinhos, daí originou sua denominação.

Seguindo o percurso fomos ao Cabo Girão, próximo a Câmara de Lobos, situado a oeste da Capital. É das mais belas visões panorâmicas da Ilha, pois possui um suntuoso observatório com piso em vidro a 589 m de altura, visitado aproximadamente por 1800 turista ao dia, além de ser considerado um dos cabos mais alto da Europa na sétima colocação.

Na sequência fomos à Ribeira Brava, seu nome foi em decorrência que no período das chuvas ocorriam fortíssimas correntezas na sua ribeira e ao longo do caminho ocasionavam muita destruição e estragos. A Localidade, também, é conhecida como “Terra do Açúcar” e por seus ricos pomares, sendo uma das mais antigas freguesias e próspera, provavelmente criada em 1440.

A atual Igreja Matriz foi edificada no século XVI que teve origem da antiga capela de S. Bento do século XV, no decorrer da História foram realizadas várias reformas e restaurações, porém conserva traços do estilo Manuelino e Barroco, ainda, resta da primitiva capela a pia batismal.

Sua paisagem é composta por lindas colinas com graciosos casarios que descem suas encostas, floresta predominantemente com Laurissilva, o Vale da Ribeira Brava, patrimônio histórico e cultural, além do comércio que movimenta suas ruas com o vai e vem dos passantes e turistas ao som do burburinho de diversos idiomas, tudo em harmonia engrandecendo o cenário.

A próxima parada foi no miradouro a cerca de Porto Muniz, no qual o avistamos do alto com o esplendor de suas piscinas naturais de águas salgadas que margeiam o oceano, depois descemos à cidade para almoçarmos no Restaurante Polo Norte, saboreamos a tradicional “Espetada de Peixe Espada”, mais adiante passeamos pelas ruas contemplando a paisagem a sua volta ao brilho de suas águas cristalinas, além do azul intenso ou alternância de cores conforme a vontade da natureza.

Posteriormente fomos à Ribeira da Janela, freguesia do Município de Porto Muniz, no mar próximo a praia há uma suntuosa rocha assemelhada a uma janela e devido a sua beleza e grandiosidade ficou conhecida passando a nominar a localidade. Nesta área está situado o único parque de campimos da ilha, como também, possui instalações e estruturas apropriadas ao lazer em harmonia com a natureza que naturalmente estimulam aos agradáveis piqueniques nas montanhas.

Passamos por Seixal, visto do alto da estrada, e seguimos até o Véu da Noiva, cascata localizada na antiga estrada que liga Seixal a São Vicente em que do seu miradouro vimos a queda d’água e a costa norte da ilha, mais uma das deslumbrantes paisagens panorâmicas da Madeira.

Ao final concluímos nosso roteiro em São Vicente. Uma pequenina e charmosa vila arrodeada de verdejante floresta e encostas que encheram nossos olhos. Caminhamos por suas graciosas ruas, visitamos a Igreja Matriz e por último fizemos uma paradinha para um delicioso café. A Floresta Laurissilva que compõe a paisagem por toda a ilha foi classificada como Patrimônio da UNESCO em 1999.

A região oferece inúmeros passeios turísticos por várias companhias, porém nos cabe selecionar os mais adequados ao nosso tempo de viagem e nosso bolso, provavelmente, ficará “o gostinho de querer mais” …

A Madeira é simplesmente fabulosa…

Voltarei…

Assista o vídeo que Liliana preparou sobre a Ilha da Madeira:

Para conhecer mais sobre a Ilha da Madeira, clique aqui.

Observação: se você quiser continuar “viajando” com o nosso blog, clique no botão “seguir” localizado no canto inferior direito dessa página. Você também pode “viajar” pelo Brasil conhecendo nosso  livro impresso  66 x Brasil e sua versão digital 66 Belezas do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s