Arquivo da tag: viagem de trem

15 DICAS ÚTEIS SOBRE VIAGENS DE TREM NA EUROPA

15 DICAS UTÉIS SOBRE VIAGENS DE TREM NA EUROPA

Uma das formas mais confortáveis que conheço para se deslocar de um país para outro na Europa é de trem.

Eles são confortáveis, rápidos, silenciosos e na maioria das vezes, pontuais.

Velocidade de um trem alemão entre Magdeburgo e Frankfurt

Nesse post quero dividir com vocês algumas informações que Erich e eu obtemos durante nossas viagens. Na realidade, Erich, alemão, cresceu viajando de trem por toda a Europa e ainda hoje, mesmo morando no Brasil, continua usando esse tipo de transporte quando viajamos para lá. Esse post é destinado principalmente para nós brasileiros, pois as dicas que apresento abaixo fazem parte da rotina dos europeus.

  1. Se você pretende viajar de trem pela Europa, compre seu Passe Eurail no site da Raileurope, você recebe em casa. Há preços para 1ª.  e  para a 2ª. classe. Há desconto para idosos (a partir de 65 anos). Preste atenção na hora da compra, há a possibilidade de comprar um ticket individual e também para grupo;

2. Você precisa se decidir qual bilhete de trem você vai comprar e quantos dias você vai viajar de trem. O ticket é válido por dois meses. Você escolhe por exemplo, entre 4, 6 ou 8 dias. Se você pretende viajar de trem durante um período maior que o seu passe permite, então, recomendo que escolha o trecho mais curto e compre por fora seu bilhete;

3.  Antes de embarcar no trem pela primeira vez, você precisa visitar um escritório da empresa de trem para validar seu passe. É necessário levar o seu passaporte, não serve cópia;

4. Aconselho reservar os assentos, principalmente quando for para uma cidade grande, final de semana, feriado. Na Alemanha não é obrigatório reservar o bilhete. Há países onde é obrigatório. O custo para reservar o assento na Alemanha é de 6 euros, aproximadamente;

5. Tenha o aplicativo da(s) companhia(s) de trem dos países que você vai visitar, fica mais fácil para ver os horários dos trens;

6.  IMPORTANTE: tente viajar com o mínimo de bagagem, mala pesada não combina com viagem de trem. Existem situações que você precisa trocar de trens em questão de minutos, não vale a pena ficar “arrastando” uma mala pesada, e além disso, o espaço para guarda de bagagem, na maioria dos trens que viajei, observei que é bem reduzido;

Tem estações, que você precisa ir no nível inferior para mudar de plataforma, algumas não tem elevadores, então você vai precisar descer uma escadaria e subir novamente.
Tive sorte, ninguém ocupou o assento ao meu lado.

7. Para usar bem seu ticket, você pode fazer o seguinte: viajar de um ponto A para um ponto B, mas, você pode visitar algum lugar localizado nesse percurso e depois continuar a viagem, mas, no mesmo dia;

8. Se você for ficar pouco tempo em uma cidade, vale a pena se hospedar em um hotel nas proximidades da estação ferroviária, isso facilita muito sua viagem;

Fachada principal da Estação de trem de Nurembergue, Alemanha. Nos hospedamos em um hotel bem próximo a ela.

9. Tenha um plano pronto dos lugares que você deseja visitar, dos horários de trens que você pretende viajar, saiba em qual estação de trem você vai desembarcar;

Estação de trem de Frankfurt, Alemanha.

10.hotéis, pois na maioria dos casos, o café da manhã não está incluído no preço da diária do hotel;

11. Primeira classe, normalmente, é menos ocupada, principalmente em trechos para cidades pequenas. Essa dica não se aplica no período de alta estação, finais de semana e feriados;

12.  Os trens que fazem as rotas regionais são bem mais simples quando comparados aos trens que fazem viagens internacionais;

13.  Os trens regionais têm uma primeira classe muito pequena e em alguns casos, não é possível fazer reserva nesses trens, pois os assentos não são numerados;

Estação de trem de Gorlitz, Alemanha.

14.  Fique atento(a), há trens que tem anúncios somente no idioma local, principalmente os regionais;

15. Lembre-se que se você planejar cuidadosamente sua viagem, menos problemas você vai ter. Boa viagem!

A cidade de Dresden, na Alemanha, ao fundo.

Observação: se você quiser continuar “viajando” com o nosso blog, clique no botão “seguir” localizado no canto inferior direito dessa página.